top of page
Logo-NMV-redesenhado-OK-s-fundo.png
Mestres

Walmir Gil - trompete

 

É mestre em música pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas e bacharel em trompete pela Faculdade Mozarteum Paulista. Ministrou oficinas de música no Festival de Inverno de Campos do Jordão/SP, Oficina de MPB de Curitiba/PR, Oficina de Bandas em Florianópolis/SC, Oficina de Bandas em Vitória/ES, Jazz Trumpet Festival JTF - SP, Oficina de Improvisação na Escola de Comunicação e artes ECA/ USP, Festival de Música de Ourinhos e Oficina de Improvisação na Universidade Estadual de Campinas. Integrante e fundador da Banda Mantiqueira, a qual foi nomeada ao Grammy em 1997 pelo álbum Aldeia e ao Latin Grammy em 2007 pelo álbum Terra Amantiquira, e vencedora do prêmio Tim de Música 2006 pelo álbum Terra Amantiquira. Gravou dois álbuns solo: “Walmir Gil Passaporte” e “Walmir Gil Novas Histórias”. Atuou como Sideman em diversas gravações bem como participações em shows com Cesar Camargo Mariano, João Bosco, Djavan, Fafá de Belém, Paquito D'Rivera junto a Banda Mantiqueira, Gonzalo Rubalcava com a Banda Mantiqueira, OSESP e Banda Mantiqueira com três CDs gravados e um DVD, Roberto Carlos, Milton Nascimento, Caetano Veloso, Orquestra Arte Viva, entre outros. Atualmente é professor de trompete popular na Faculdade Mozarteum Paulista e na Escola do Auditório Ibirapuera Itaú Cultural.

O Núcleo

Núcleo Música Viva

O  “Núcleo Música Viva”, é um espaço que oferece um processo de formação musical, em nível intermediário e avançado, em um formato semi-intensivo (80 horas) no período de 5 meses, totalmente gratuito. 

 

O Núcleo engloba 9 linhas de estudo (instrumentos) e para cada linha foram convidados músicos de excelência, reconhecidos no Brasil e no exterior, não apenas quanto ao desempenho junto a seus instrumentos bem como quanto a particular capacidade de transmissão de conhecimento (didática), a saber:

 

1.   Prof. Lenine Santos

Canto Popular – Técnica Vocal, História e Prática de Repertório.

2.   Prof. Sizão Machado

Contrabaixo elétrico na Música Popular Brasileira

3.   Profa. Heloísa Fernandes 

Piano e Improvisação

4.   Prof. André Magalhães 

Percussão Popular Brasileira

5.   Prof. Ife Tolentino 

Violão Popular Brasileiro

6.   Prof. Toninho Carrasqueira  

Flauta

7.   Prof. Walmir Gil 

Trompete

8.   Prof. Nailor Proveta

Clarinete e saxofone.

9.   Prof. Valdir Ferreira

Trombone, eufônio e tuba.

 

Cada mestre selecionará até 10 alunos regulares para seu instrumento, ficando aberta a possibilidade de mais 5 ouvintes por turma. As aulas serão ministradas nas seguintes datas: 13/14 de agosto; 17/18 de setembro; 8/9 de outubro; 5/6 de novembro; 19/20 de novembro de 2022.

 

Ao abordarmos estudos avançados em Música Popular Brasileira, transcendemos o erudito, como medida de salvaguarda das múltiplas identidades musicais que compõem nossa música.

A realização do projeto é da Viva Produções, com o apoio da Secretaria de Turismo e Cultura e da Prefeitura de São Luiz do Paraitinga. O Núcleo de Música Viva foi contemplado pelo edital 38/2021 do PROAC DIRETO, programa do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

Horn Section_edited.jpg

São Luiz do Paraitinga

Localizada no Vale do Paraíba, a 170 km de São Paulo, seu centro histórico foi reconhecido como patrimônio da cultura nacional em 2010.Para além da beleza de seu conjunto paisagístico tombado pelo IPHAN e pelo CONDEPHAAT, a cidade se destaca pela riqueza das tradições da cultura popular preservadas e pela efervescente produção artística.

Com 10 mil habitantes o município conta com 3 polos de formação musical (FAMIG - Fanfarra Monsenhor Ignácio Gióia – tricampeã brasileira, tetracampeã paulista e outras tantas vezes campeã em concursos diversos - Corporação Musical São Luiz de Tolosa – centenária, e uma das mais tradicionais do Estado – e o Projeto Guri – premiado como ‘Polo de Destaque no Vale do Paraíba’, por sua efetividade e produtividade). 

São Luiz também desenvolveu um ritmo musical próprio, a marchinha luizense, resultado de inúmeras referências artísticas e musicais, tais como os dobrados (estilo das bandas marciais), os compassos da modinha, da música caipira (violas) e os folguedos populares como catira e moçambique. 

Seu Carnaval de Marchinhas é considerado por muitos entre os 10 melhores carnavais do Brasil e recebe anualmente uma multidão ávida por vivenciar a festa.

E é neste cenário de vivência musical e cultura popular exuberante que o "Núcleo Música Viva" abordará a música popular Brasileira em seus estudos.

São Luiz

Contate-nos

Obrigado(a)!

guitarras
Fale Conosco
bottom of page